segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Coisa de mãe

- Oi, meu filho, você estava aqui o tempo todo e a mãe te procurando por todo lado. Conta pra mim porque você está assim todo desarrumado, hein, conta. Parece um Zé Ninguém aí jogado, e eu já te falei tanto pra não fazer assim, que é feio e que menino educado não deve se comportar desse jeito. Depois vão fala que a sua mãe não cuida direito de você. Fala pra mim, fala, quantas vezes eu já te falei isto. Responde logo menino! Ai, meu deus, que eu já estou cansada de ensinar o que pode e o que não pode. Desde criança foi assim. Bastou seu pai ir embora que você virou nisso. Nem tinha onze anos e já começou com estas historias de andar com quem não deve. E quantas vezes eu t falei que teu pai foi embora e que estes moleques mais velhos não serviam de nada pra você? Olha essa camisa toda suja. Ai, minha nossa! O que vão pensar? Levanta logo e vem com a mãe, que agora eu já não dou conta de te carregar, você sabe bem. E faz tempo que já não dou. Você está grande demais e já não basta a roupa toda que tenho que lavar? Desço o morro todo dia, vou até lá embaixo, pego o ônibus e vou na casa das desgraçadas das grã-finas lavar e passar roupa o dia inteirinho enquanto você fica aqui aprontando, que eu sei. Nem adianta falar nada. Eu sei bem quantas vezes fui no distrito implorar pro delegado e aquele bando de macaco pra te soltar porque você é o único homem da casa. Quanta humilhação, credo! Eu estou me cansando de ficar aqui com essa lengalenga toda e você não dá palavra. Tenha dó meu filho dessa pobre mãe. A Virgem que me ouça, pelo amor de Deus. Vamos, venha! Levanta logo daí e vamos pra casa, vem.
- Senhora...
Silêncio.
- Senhora, por favor...
- Que foi homem? Não vê que eu estou falando com meu menino?
- É que, senhora, desculpe aí, mas a perícia chegou e nós precisamos que a senhora deixe o pessoal trabalhar, ok?
- Mas que coisa...
- Tudo bem. Isso, assim. Deixe ajudar a senhora descer por aqui, por favor. Isto, isto. Aí, cabo, leve a senhora lá pro barraco dela, por favor. E vocês aí, subam logo que o defunto já tá fedendo!

3 comentários :